#BEDA 4 - Hoje quero agradecer

Hoje eu quero agradecer.
Eu passei por um atendimento com um coaching e ele me enviou vários vídeos e um desses foi esse que vou postar abaixo, e que acho super valido assistir.


Eu não sou uma pessoa super reclamona, porém nunca havia parado pra pensar na importância em ser assim e também não parava pra ver as coisas boas na vida, então eu assisti esse vídeo e resolvi praticar a gratidão.

Não é fácil, pois estamos acostumados e agradecer por tudo,apenas por educação. No vídeo ele fala sobre isso, quando alguém te dá um copo de água e você agradece, simplesmente agradecer por ser educado.
Mas cadê a gratidão por aquela água, que vai matar a sua sede, que vai te hidratar? E dessa gratidão que quero falar hoje.

Com 19 anos eu prestei um concurso para um empresa de representação mista, ou seja, não sou funcionária pública, mas tenho uma certa estabilidade. Estou dizendo que tenho uma certa estabilidade, porque sim, ainda trabalho nessa empresa e hoje tenho 46 anos.


Fui lá, fiz o concurso, passei e fui escalada para trabalhar na Secretaria da Fazenda, um prédio imenso, cheio de andares, perto da 25 de março e também perto da minha casa, na época eu morava em Santana era o céu na terra.

Ali fiz várias amizades, incluindo a pessoa que foi minha madrinha no meu primeiro casamento e com quem tenho contato até hoje. 


Conheci também Elizabeth, vi sua barriga de gravida crescer, a filha nascer, vi o segundo casamento acontecer, hoje a filha esta com seus 25 anos e ainda trabalhamos juntas.

Ali fui reconhecida pelo meu serviço e tive três promoções ♥

Tem muitos amigos/colegas que perdi contato mas que ainda moram no coração e nas ótimas lembranças.

Então veio a informatização e o serviço que fazíamos virou online e fomos alocados em outros lugares.

Eu fui para a Junta Comercial, algumas pessoas aderiam ao Plano de Demissão e as outras foram alocadas em outros locais. mas todo fim de ano havia festa e era lá que nos revíamos.

Na Junta Comercial, fiz outros tantos amigos, Mara, Solange, Aninha, e isso já tem 23 anos. Acha que ela sumiram? Que nada, tem uns três meses que fizemos um churrasco de reencontro.

Amigas da vida...tem noção que tem pessoas ai nessa foto que conheço desde os meus 19 anos!!!

Quando eu estava na Junta, foi quando me separei e era muita festa, muita balada, muita diversão, muito churrasco, aproveitei muitoooo a vida com o pessoalzinho de lá.

Mas ai, tinha um gerente que me odiava de graça e disse na minha cara:

- Não tenho motivos para te mandar embora, mas um dia você será demitida.

Eu tinha uns 24 anos e na época não tinha esse desemprego que tem hoje, então nem me abalei muito e também nunca fui de sofrer por antecedência.
Fiquei lá mais uns 2 anos ainda até que a chance dele chegou.
A empresa fez um corte e deu carta branca para as demissões e ele com toda a alegria do mundo me deu a folha da demissão.
Só que, com a folha da demissão veio um segunda folha, que era uma escolha. Ou a demissão ou ir trabalhar no Poupatempo em SBC (looooonge pra caralho da minha casa).
Fui pra casa pra pensar, na época estava morando sozinha, mas fui lá conversar com minha família e optei em ir para SBC.

E lá reencontrei minha amiga Mara, conheci outra Aninha, que era vizinha de bairro e que havíamos estudado na mesma escola uma vida toda e nunca havíamos nos encontrado.

Encontrei também outras 5 pessoas que foram para lá na mesma situação que eu, e conforme os dias passavam, eu fiquei observando e via como aquelas pessoas reclamavam da vida, da falta de sorte, de tudo. 
E ali percebi que pra mim tava tudo lindo, eu estava ganhando mais, trabalhava em um lugar bonito, com pessoas que eu gostava.

Então, resolvi ligar para o meu ex chefe para lhe agradecer pelo bem que ele me fez 😄
Aquele prédio da Junta era velho, zuado, ele pegava no meu pé o dia todo, o serviço era massante e de repente tudo mudou. E eu só podia agradecer de coração e lá no fundinho também queria mostrar que fazer o mal pra pessoas nem sempre é fazer o mal realmente.

Ele ficou uma arara, e disse que eu era abusada demais por ligar para ele e desligou o telefone na minha cara. Esse ano ele faleceu, e apesar do inferno que ele fez na minha vida e por ter feito uma maldade gratuita comigo, nunca tive raiva dele, achava aquilo até engraçado.

Mas ai não sosseguei em SBC não, a maratona de ir todos os dias pra lá e voltar para ZN estava cansativa, então surgiu uma nova e abençoada gerente que disse que iria dar um jeito de mandar todos os funcionários que trabalhavam longe de casa para um posto o mais próximo possível.

E foi assim, que vim parar em Guarulhos, onde estou até hoje. Aqui trabalho ainda com alguma das pessoas que fui conhecendo pelo meu tour de trabalho.

Aqui conheci um outro tanto de pessoas maravilhosas e uma delas é o Roger, um super amigo, meu companheiro de passeios, baladas de um bom pedaço da minha vida, era tão meu companheiro que quase atrapalha minha paquera, pois foi também nesse Poupatempo que conheci meu atual marido, o amor da minha vida. Sou suspeita, mas meu marido é maravilhoso.
E como eu e Roger chegávamos no serviço juntos, saíamos pra almoçar juntos, e voltávamos juntos pra casa o meu marido achava que éramos namorados rs.

Eu e Roger

Estou aqui nesse posto desde 2005, e aqui conheci meu marido, casei, comprei meu apartamento e vivemos felizes com nossos 2 gatinhos.
Eu e marido ♥

Nossos gatitos
E dia 09/08/2017 será o último dia que o Poupatempo funcionará nesse prédio, dia 10/08/2017 começa a nossa mudança para um endereço novo, muito mais perto da minha casa, vou poder ir trabalhar a pé!!!

Um encrenquinha de chefe, que aconteceu a 20 e tantos anos atrás, com uma maldade de graça, me trouxe tantos benefícios e tantas alegrias que não tenho como não AGRADECER.

Quando vi esse vídeo, achei que seria difícil fazer esse exercício de Gratidão, mas se observarmos apenas um pouco logo encontraremos o que agradecer.

Essa postagem faz parte:




Share:

5 comentários

  1. uau! você teve uma trajetória enorme e deu a volta por cima, quando podia ter se lamentado lá no início com a carta de demissão e um emprego longe de casa!
    com certeza vou lembrar da sua história em momentos de pessimismo!

    Com amor,
    Bruna Morgan

    ResponderExcluir
  2. Que coisa boa...Uma coisinha lá atrás no passado e tanto mudou aqui na frente, hoje...Gostei de tua gratidão! Boa mudança,que será em breve como dizes! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Nossa! Que trajetória interessante!
    Como diz o ditado: há males que vem para o bem.
    Que bom que pra vc deu tudo certo.
    Sabe que me identifiquei um pouco com vc, pois sou concursada há 25 anos e nasci e morei até os 27 anos em Guarulhos.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Ah, que história mais linda!!
    Adorei. Gratidão e ver o lado positivo ajudam sempre
    Eu falando da blogagem coletiva da Elaine e vc aqui!
    Sou da ZN também :)
    Adorei!!
    Bjks mil

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida!
    Há males que vem pro bem e não há um dia do que o após o outro...
    Sempre agradecendo e melhorando o viver...
    Seja abençoada e feliz!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir

Vamos colecionar momentos