Um pouco sobre o amor



No domingo quando estava fazendo a postagem do desafio 52x5 vi algumas ilustrações de PUUUNG, e fiquei apaixonada.
Ele consegue expressar em desenhos todos aqueles momentos fofos que vivemos junto da pessoa que amamos :)
E eu me vi ali em muitas das ilustrações, afinal não tem nada mais gostoso do que viver junto da pessoa que se ama e receber todo o carinho que ela pode te proporcionar e você oferecer na mesma medida.
Morar junto com seu amor não é fácil não, mas pra mim é a melhor coisa da vida.

Sempre achei um porre ter que chegar o fim de semana pra se encontrar, apesar de que eu e meu marido trabalhávamos perto um outro e nos víamos todos os dias, não é a mesma coisa. E nossos momentos juntos pra uma boa conversa eram nos fim de semana. E as vezes estava em casa e queria contar algo, sabe aquele que você quer dizer na face to face e não por telefone...então, quando se namora não dá.

Ter hora pra ir embora ou pra chegar...ainda mais se você mora com os pais não dá pra ter aquela liberdade.

Estar toda arrumadinha pra sentar no sofá e ver um filme...gente, adoro ficar a vontade, as vezes nem penteio os cabelos, ou entre uma hidratação e outra dá ver um capítulo daquela série que estamos assistindo juntos ou enquanto leio meu livro ele faz outra coisa diferente.

Nem sempre estamos grudados, ele ali na sala eu aqui no quarto do computador, mas se precisamos um do outro é só dar um grito que tudo se resolve. Não existe mais aquele amor louco, cheio de saudades, mas ainda assim exite muito amor!!

Poder dormir todos os dias juntinhos, isso não tem preço :) Poder acordar e ver aquela cara amassada te olhando e sorrindo. Tudo bem que não acontece sempre hahaha ele levanta muito mais cedo que eu pra trabalhar e deve ficar olhando a minha boca aberta dormindo.

Casamento não é um mar de rosas, mas te digo que prefiro mil vezes ao namoro.


"No final, você se dá conta de que o mínimo detalhe é sempre o mais importante. As conversas às três da manhã, os sorrisos espontâneos, as fotos desastrosas que o fazem rir a gargalhadas, os poemmas de dez palavras que lhe tiram lágrimas. Os livros que ninguém mais conhece e se tornam seus favoritos, uma flor que se põe no cabelo, um café que você toma sozinho. Isso é o que verdadeiramente vale a pena; as pequenas coisas que causam grandes emoções."
Desconheço o autor


Share:

0 comentários

Vamos colecionar momentos